Foto: Leonardo Gonçalves

O ano se inicia com uma estreia singular no cenário independente do hip-hop. No dia 1 de janeiro, AshirA, conhecida por sua participação na música Quadros do rapper carioca BK, e Victor Henry, produtor musical que já participou do projeto Perfil da Pineapple, lançaram o primeiro single de estreia da dupla: Ava Lord.

Influenciada principalmente por Rihanna e Kanye West, Ava Lord reúne diferentes referências, passando por Sin City à DC Comics, com uma narrativa cinematográfica que evoca uma traficante como alter-ego em busca daquilo que lhe devem.

A gravação e mixagem do som ficou por conta da Rua XIII, produtora independente. Rafael Zeferino, da Audiofusion:Bureal (que já trabalhou com nomes como Costa Gold), cuidou da masterização. A música está disponível em todas as plataformas de streaming.

Primeiro EP

Caroline Costa, mais conhecida como AshirA, e Victor Henry se conheceram em 2014 durante um show do Flying Lotus no Brasil. Não demorou para ambos se unirem por conta dos interesses musicais em comum e começarem a criar composições próprias.

“A parceria surgiu com o intuito de trazer novas sonoridades ao rap e R&B, misturando timbres futuristas pesados que remetem não só ao trap, mas também ao rock alternativo, house e pop”, afirma AshirA. Henry também coloca The Neptunes entre as suas principais influências como produtor e promete trazer um som imersivo, sem barreiras de experimentação, estilo e criação.

Ava Lord é o primeiro trabalho que faz parte de um EP com 5 músicas, que apesar de terem o hip-hop como elemento base, passeiam entre o jazz, o R&B e a eletrônica, além de buscarem diferentes formas de contar histórias, seja por uma narrativa ou um som sentimental existencialista.

“As músicas são bem marcantes, tanto em suas características timbrais quanto em suas letras. O primeiro trabalho remete a isso, onde o instrumental se encaixa perfeitamente com a ideia cantada, criando uma atmosfera narrativa de um filme, em que nos colocamos como personagem e ampliamos o alter ego para dar ênfase no sentimento de raiva”, explica a dupla.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here