Depois de quase um ano sem notícias, Rappek volta ao cenário hip-hop com o lançamento do EP “Uma onda no mar estático”, projeto conceitual que acima de críticas sociais e análises introspectivas, traz consigo auto-estima e esperança para uma nação carente de atenção e afeto.

As faixas, apesar de versáteis, seguem uma linha de raciocínio e conversam entre si sem destoar ou perder o rumo da proposta feita pelo artista.

A primeira parte do disco traz as canções ‘Reticências’, ‘Canção da Liberdade’ e ‘Lucidez’ como protestos sutis que mais inspiram do que incomodam e seguem até a segunda parte do mesmo com ‘A Teoria do Caos’, ‘Antes da Primavera’ e ‘Voando Baixo’ que mostram o desenrolar do relacionamento de Rappek com a vida e suas paixões carnais em conflito com todos os acontecimentos políticos e sociais que o influenciaram durante os últimos anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here